Segunda, 19 Dezembro 2016 15:44

boas festas!

2016

Quarta, 23 Novembro 2016 05:27

Tori no Ichi

"Tori no Ichi" é uma espécie de feira que acontece todo ano, no mês de novembro, no Japão.

Preparar-se para o ano novo é um processo que se inicia cedo, com as famílias e com os templos mobilizados em torno da data que se aproxima. Desde o período Edo (1603-1868), o primeiro evento para dar boas vindas ao novo ano que se aproxima é o "Tori no Ichi", conhecido também como feira do galo, pois acontece nos dias correspondentes ao signo do galo no horóscopo chinês do ano vigente.    

Há um pequeno poema de Takarai Kikaku que diz: "Haru wo matsu / Koto no hajime ya / Tori no ichi" ou "Antecipando a primavera; o começo de tudo, Tori no Ichi".

A feira é uma ocasião para as pessoas se reunirem para atrair sorte em seus negócios ou simplesmente para usufruirem da atmosfera alegre. O evento é celebrado por templos em todo Japão. Só em Tókio são mais de 30,  sendo o mais popular o Otori-Jinja, em Asakusa.

Vários tipos de amuletos são comercializados. Porém são os "kumades", feitos em bambu e bem decorados, os mais tradicionais. Os kumades são decorados com vários ítens que atraem, ou "convidam" a boa sorte. Como exemplos temos: os "kobans" - velhas moedas douradas; as "máscaras de otafuku" - deusa da alegria, os sete "deuses da fortuna" e outros símbolos coniderados auspiciosos. Uma pessoa pode também anexar outros símbolos da sua preferência se assim o desejar.

Kumade, significa literalmente a "mão do urso". E você pode fincá-los no seu jardim ou em vasos na sua casa.  

Captura de Tela 2016 11 23 às 17.17.55

foto David Ishikawa

Captura de Tela 2016 11 23 às 17.17.27

foto David Ishikawa

Captura de Tela 2016 11 23 às 17.20.28

Captura de Tela 2016 11 23 às 17.21.55           

 

 

Quarta, 16 Novembro 2016 21:27

A floresta da era Meiji - Minoo, Osaka

É necessário apenas meia hora de trem em direção ao norte de Osaka, e você estará em Minoo. 

A pequena cidade, refúgio natural para muitos japoneses nos fins de semana, é famosa por suas paisagens repousantes e seu clima romântico.

Sua principal atração, conhecida como "A Floresta da Era Meiji", é uma espécie de parque nacional, com trilhas capazes de sensibilizar até mesmo os mais céticos. Uma das trilhas mais fáceis e mais disputadas começa logo a poucos passos da estação e conduz os visitantes por três quilômetros de pura contemplação, margeando um riacho em meio a floresta. Embora sua beleza natural faça jus à fama em qualquer época do ano, é em meados de novembro, quando o outono ganha força, que a visitação cresce. É que é neste período começa a "estação dos koyos", como são chamados por lá os frondosos bordos vermelhos, cujas folhas tingem a paisagem em tons que variam do amarelo ao vermelho e ocre. Assim, neste caminho repleto de pequenos templos, lojinhas, cafés e túneis escondidos, numa atmosfera que parece cenário de filme, os visitantes ainda são contemplados com um colorido de tirar o fôlego. Mas é no fim do caminho que se encontra a jóia principal, a cachoeira de Minoo. Com uma queda de 33 metros de altura e cerca de 5 metros de largura, é possível contemplá-la sentado em um dos bancos ao seu redor.

É também nesta época, que os visitantes podem saborear uma iguaria local, o "Tempurá Momiji" ou tempurá da folha de bordo. Diz-se que esta delicada iguaria surgiu há cerca de 1300 anos, em um dojo de ascetas do Monte Minoo. A beleza e abundância das folhas das árvores eram tão grandes que deixavam os praticantes em êxtase. Assim, criaram o tempurá como um modo de celebrá-las. Quando as folhas se tornam "douradas", são recolhidas, limpas e salgadas para serem preservadas para posteriori serem fritas.

Sem título 1

 

Minoh Park 1200 Adjusted Meghan Robinson

 

4019 03 1

 

koyo 0811182 06

 

CUfyZaiU8AA2C4U

 

1531552102156886926

 

Pagina 4 de 33
Copyright © 2012 - Minimok - Desenvolvido por Caffo Siga o Minimok no Facebook